Nome do livro: Eva-de-Anna-CareyEva
Nome original: Eve
Tradução: Fabiana Colasanti
Série: Trilogia Eva #1
Autor(a): Anna Carey
ISBN: 9788501092755
Páginas: 288
Editora: Galera Record
Ano: 2013
Avaliação: 5/5
Onde Comprar: compare preços

A guerra dos sexos está apenas começando… No futuro, uma praga mortal aniquilou a população da terra. Homens e mulheres seguem segregados. Os meninos são mandados para campos de trabalho forçado. As meninas, para Escolas onde aprendem uma profissão chave na reconstrução mundial. Mas as aparências enganam… E Eva está prestes a descobrir que a verdade pode ser muito mais terrível do que o vírus que varreu seu país. Está prestes a descobrir que seu futuro pode ser mais parecido com a da primeira mulher a levar seu nome…

Sabe aquela frase “amor à primeira vista”? Então, foi isso que aconteceu quando eu li a sinopse de Eva. O gênero distopia me agrada em todos os contextos e ao saber que Anna Carey teve a ousadia de pegar algo do dia a dia e criar uma mitologia em cima disso fez com que a minha vontade de lê-lo fosse ainda maior.

Pois aqui estava ela, esperando por mim o tempo todo: a morte inescapável, em todos os lugares. Sempre.

O enredo gira em torno de Eva, uma garota muito inteligente e que está pronta para se formar e sair da Escola para viver na Cidade das Areias. Porém, dias antes, ela descobre que tudo o que ela aprendeu e ouviu foi uma mentira e existe algo muito maior, e assustador, a respeito do Rei e das formandas. Depois dessa descoberta a garota sai em uma busca por liberdade e mais respostas para aquilo que antes era sua vida.

Os personagens em destaque me agradaram muito: Eva, Arden e Caleb formam um belo trio. Eva é frágil e carinhosa, mas não é aquela moça indefesa, ela sabe muito bem se defender e tomar atitudes sensatas. A sua amizade com Arden vai crescendo a cada capítulo e se desenvolvendo de uma maneira que nos faça torcer para que elas sempre estejam bem, afinal, Arden tem uma personalidade que nos faz dar risada e amá-la independente de sua dureza. E Caleb foi um ótimo personagem simplesmente por ser um rapaz normal, com seus defeitos e inseguranças, mas também com muita coragem e determinação.

Gostei da forma que o romance e os sentimentos pela família e amigos foram desenvolvidos. Não é algo meloso, mas muito bonito e emocionante. É impossível não torcer para cada um dos personagens.

O amor é só… – procurei as palavras certas – gostar de alguém. Sentir que aquela pessoa tem importância para você, como se o seu mundo fosse ser mais triste sem ela.

A narrativa possui um ritmo rápido já no começo, onde vamos descobrindo segredos antes ocultos. Na metade, o ritmo cai um pouco e começamos a lidar mais com o enredo emocional do livro, mas no final o ritmo aumenta e nos deixa sem fôlego.

A leitura flui muito bem e isso é graças aos capítulos curtos e com um cliffhanger* no final. A autora faz ótimas descrições de cenário e ainda utiliza de histórias do passado para explicar algo simples e corriqueiro, através disso conhecemos um pouco mais sobre o passado de Eva.

Anna Carey me conquistou de uma maneira sem igual. Sua capacidade de pegar algo simples do dia a dia, como por exemplo a relação de homens e mulheres, e acrescentar isto em um mundo distópico e criar toda uma explicação sensata para o que está acontecendo é sensacional. Ela ainda utiliza de citações de livros famosos para compor as ideias da protagonista e nos prova que fez um ótimo trabalho com pesquisas para sua trama. Seu dom da escrita é totalmente perceptível, suas palavras fluem muito bem e nos confortam, fazendo desta leitura uma experiência incrível!

O trabalho da editora Galera Record foi de tirar o chapéu, como sempre. A capa é linda e a diagramação é ótima, com uma fonte agradável e um espaçamento que ajuda na leitura. A tradução de Fabiana Colasanti ficou espetacular, pois ela conseguiu captar a essência da autora. Há poucos erros na edição, achei apenas dois, mas nada que impeça a experiência sensacional da leitura.

Ao final, Eva é leve, empolgante e emocionante. Tudo que se espera de um ótimo livro está presente neste e a ansiedade pelo próximo é grande, por conta de seu final desesperador. Para quem gosta de uma distopia bem escrita, com personagens agradáveis e um romance bem desenvolvido esta é uma ótima opção. Recomendado!

* Cliffhanger: Conhecido popularmente como “gancho”, cliffhanger é aquele final de capítulo/livro que termina de uma maneira aberta deixando o leitor ansioso para saber o que vai acontecer a seguir.