blog-beiramar-dica-literaria-1Nome do livro: Riquezas Ocultas
Nome original: Hidden Riches
Tradução: Carolina Selvatici
Autor(a): Nora Roberts
ISBN: 978-85-286-1839-6
Páginas: 518
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2013
Avaliação: 5/5
Onde comprar: Compare Preços

Dora Conroy é dona de um antiquário da Filadélfia e comprou uma série de itens curiosos num leilão na Virginia – objetos que ela própria considerou novidades para a sua loja. Enquanto isso, do outro lado do país, o contrabandista Edmund Finley descobre que o pacote que recebeu contém, na verdade, objetos sem valor algum. Disposto a recuperar o que lhe foi, de algum jeito, roubado, o bandido fará de tudo para encontrar quem está de posse das relíquias ocultas. Segundo ele, com certeza, esta pessoa não sairá viva. Quando Dora e seu misterioso vizinho, o ex-policial Jed Skimmerhorn, começam a investigar os diversos roubos e mortes que cercam os itens arrebatados no leilão, descobrem que tesouros preciosos são mascarados em peças vagabundas, de pouco valor. A criatividade de Nora Roberts não tem limites: ela mergulha no exótico e decadente mundo das antiguidades e traz à tona uma história em que a posse é uma obsessão letal, e um simples e mínimo erro pode levar a uma série de assassinatos violentos.

Nora Roberts é sinônimo de sucesso. Ela já possui mais de 200 livros publicados e, infelizmente, eu não havia lido nenhum. Riquezas Ocultas foi uma ótima maneira de conhecer a autora e, agora, finalmente, sei porque as pessoas causam um rebuliço quando se trata de alguma obra de Nora.

Riquezas Ocultas foi lançado em 1994, mas chegou ao Brasil só em 2013. O livro acompanha a trajetória de Dora, Jed e Edmund. Dora é dona de uma loja de relíquias e objetos antigos e acaba conhecendo Jed, um ex-policial, que se muda para o apartamento ao lado do dela. Os dois se unem em uma investigação que gira em torno de Edmund, o grande vilão da história, que apresenta atitudes perturbadoras e até mesmo doentias. Durante o tempo de investigação, Dora e Jed começam a se aproximar mais do que devem e criam laços que renderão muitos abraços e discussões.

A protagonista, Dora, é certamente muito agradável. Ela já é adulta, independente e não é nada imprudente. Durante grande parte da leitura eu a achei perfeita, sabe, aquela mulher que é bonita, educada, amável e você se sente bem quando está por perto. Já Jed é carrancudo, mas não seria legal se não fosse assim. Nora soube muito bem como trabalhar a personalidade dele e faz com que fiquemos do seu lado, mesmo quando ele parece não ter coração. O terrível Edmund chega a causar arrepios. Ele é extremamente obsessivo, possessivo e suas palavras parecem conter ameças explícitas.

Este é um livro único e não faz parte de nenhuma série, portanto tudo é muito bem explicado e resolvido. O enredo possui diversos pontos que são trabalhados durante as 518 páginas. Se em um momento estamos na tensão de descobrir algo, em outro estamos acompanhando a rotina do casal principal. É uma história que deixa o leitor envolto em suas páginas e faz com que ele passe por uma montanha-russa de emoções, mas que no final fique satisfeito com a conclusão e o destino dos personagens.

Gostei da maneira que a autora trabalhou a relação de Dora e Jed. O relacionamento deles não nasce do nada, mas sim é construído aos poucos, ultrapassando barreiras. Quando menos se espera, Nora Roberts faz com que você torça para que os protagonistas fiquem juntos.

A única coisa que me decepcionou foi a falta de uma explicação mais completa sobre a personalidade de Edmund. É possível perceber que ele tem algum problema sério com obsessão e isso causa um certo desconforto, mas por quê ele é assim? aconteceu algo em seu passado que o deixasse desta maneira? ele é louco? São esses tipos de perguntas que ficam quando terminamos o livro, mas não temos uma resposta concreta. Porém, de forma alguma isso tira a experiência incrível da leitura.

A escrita de Nora é extremamente simples e leve, de forma que lemos várias e várias páginas e nem sequer percebemos que estamos na metade ou no final do livro. Ela vai direto ao ponto e não fica o tempo todo fazendo descrições longas. A autora sabe como utilizar as palavras e conquistar o leitor de forma que se torne impossível sentir qualquer outro sentimento a não ser paixão por suas histórias e personagens.

Todo o prazer da leitura também foi graças à editora Bertrand Brasil, que caprichou bastante na edição. A capa tem uma textura emborrachada e o título é em alto relevo. A diagramação é extremamente agradável com uma fonte em tamanho bom e espaçamento aceitável. A tradução ficou impecável e não consegui perceber nenhum erro. Parabenizo a editora pela boa qualidade de seus lançamentos.

Por fim posso dizer que os adoradores fieis da autora estavam certo: Nora Roberts é sensacional. Sua escrita possui muita emoção e tensão de uma forma que nos leva a tentar resolver todos os mistérios e juntar todas as peças do quebra-cabeça. Com uma temática intrigante e uma linguagem fácil e acessível, Riquezas Ocultas é um livro para se ler sem ver o tempo passar e para ficar com um sorriso no rosto quando terminar.