Com exibição e difusão de filmes onde a música é o fio condutor de sua narrativa, o Festival MIMO de Cinema, que faz parte do maior festival de música gratuito do Brasil, o MIMO Festival, anuncia a abertura das inscrições para quem pretende ter sua obra exibida na programação deste ano. A partir do dia 27 de junho, até o dia 04 de agosto, será possível se inscrever pelo site www.mimofestival.com

 

Importante janela de exibição da produção cinematográfica brasileira sobre música, o festival apresenta títulos brasileiros inéditos que ainda não ocuparam o circuito comercial. Para a inscrição, é fundamental que os filmes tenham a música, seus personagens e suas histórias como tema e que sejam produções recentes. Os filmes são projetados em salas de cinema, tendas, centros culturais e ao ar livre nos pátios de igrejas históricas. Muitas vezes o público pode apreciar a história de um artista na tela e se deliciar ao ouvi-lo na programação de concertos que acontece simultaneamente.

 

 

O Festival MIMO de Cinema é dirigido pela cineasta Rejane Zilles e desde a sua primeira edição em 2004, já exibiu 215 filmes onde a música é protagonista. Com formato ímpar, conquistou plateia cativa e exibe obras nos gêneros de documentário, ficção ou animação, nos formatos curta, média e longa-metragem.

 

Idealizado em 2004 pela produtora Lu Araújo, que assina a curadoria artística e a direção geral, o MIMO passou a ter como sócio o empresário Luiz Calainho em 2013. A partir de 2015, mais uma empresa se associou ao festival, a Musickeria, de Calainho, Flávio Pinheiro, Afonso Carvalho e Marcelo Megale. No Brasil, o MIMO Festival 2017 é apresentando pelo Ministério da Cultura e pelo Bradesco, com patrocínio da Hero – Serviço de Segurança Digital promovido pela FS, além de contar com a Azul Linhas Aéreas como companhia Aérea Oficial.

 

Nesta edição, o Festival MIMO de Cinema acontece nas cidades de Paraty/RJ (6 a 8 de outubro), Rio de Janeiro/RJ (10 a 12 de novembro) e Olinda /PE (17 a 19 de novembro). Os filmes serão projetados em telões ao ar livre nos pátios das Igrejas, no Mercado da Ribeira (Olinda) e na Casa de Cultura (Paraty). No Rio de Janeiro, o festival é concentrado no Cinema ODEON.  A programação é toda gratuita. O regulamento e a ficha de  inscrição estão disponíveis no site  do festival (www.mimofestival.com).

 

 

 

Sobre o MIMO Festival:

Realizado anualmente desde 2004, o MIMO Festival sempre esteve intrinsecamente associado ao patrimônio, à cultura e à educação. Todas as atividades são oferecidas gratuitamente ao público e acontecem em cidades com forte valor histórico e reconhecidas mundialmente pela preservação de seus patrimônios culturais. Todas as atividades do MIMO são oferecidas gratuitamente ao público. Sua extensa programação, dedicada à música instrumental, erudita e popular, reúne concertos de nomes consagrados e novas tendências do Brasil e do exterior.

O festival ocupa, com excelência, espaços representativos dos locais onde se realiza, como igrejas, museus e parques. As atividades promovem a reflexão sobre a diversidade da produção artística local e dos diferentes panoramas mundiais, atendendo a vários públicos durante a sua realização. Em 2016, o MIMO concretizou seu processo de expansão internacional, chegando à Europa. Portugal foi escolhido pelas afinidades com o Brasil e o perfil do festival. Amarante, uma bela cidade da Região Norte do país, berço de ilustres nomes da cultura portuguesa e com construções que respiram história, recebeu a primeira edição do festival em terra estrangeira, reunindo 24 mil espectadores e apresentando atrações de luxo, como Pat Metheny & Ron Carter, Tom Zé e Vieux Farka Touré. A imprensa internacional cobriu amplamente este lindíssimo evento brasileiro.

Simultaneamente aos concertos históricos, o Festival MIMO de Cinema exibe produções inéditas, que têm a música como tema. Filmes como “Chico Sciense, Caranguejo Elétrico”, “Waiting for B”, “Xingu, Cariri,  Caruaru Carioca”, ‘Eu sou Carlos Imperial’passaram pelas telas do festival nas ultimas edições do Brasil e Portugal.

O MIMO Festival realizou ainda workshops, a Etapa Educativa e a Chuva de Poesia nas principais cidades. Os números da edição 2016 mostram a vocação do evento itinerante em levar música de qualidade por onde passa: foram 68 concertos e 42 filmes exibidos só neste ano, no Brasil e em Portugal.

Confira o número de pessoas que participaram do evento em todas as praças no ano de 2016:

  • Olinda: 95 mil
  • Rio de Janeiro: 45 mil
  • Paraty: 26 mil
  • Circuito MIMO Ouro Preto e Tiradentes: 2.500
  • Amarante/ Portugal: 24 mil
  • Total: 192.500 espectadores

 

Sobre o Bradesco Cultura

Com mais de 350 projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. O Banco apoia iniciativas que contribuem para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de norte a sul do país, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte. Com apoio a eventos regionais, museus, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros, a instituição possui, ainda, uma plataforma de naming rights com o Teatro Bradesco, que conta com unidades em São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. A temporada cultural de 2017 inicia com o patrocínio para exposições que narram a trajetória da artista Anita Malfatti, Yoko Ono e do executivo Steve Jobs.