Nome do livro: Melodia Feroz
Autor(a): Victoria Schwab
Editora: Seguite
Páginas: 384
Ano: 2017
Nota: 4,5/5

Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unir para conseguir sobreviver.

O mundo não é mais como a conhecemos, sempre ouvimos que violência gera mais violência, mas agora ela cria monstros de verdades, seres sombrios que só querem a destruição e o caos. A cada ato criminoso pode surgir um novo monstro, e eles são divididos em três espécies: Corsais, Marchais e Sunais, cada um com um poder destrutivo e com objetivos diferentes no mundo.

Desde o grande Fenômeno, que o mundo vive em guerra e toda essa violência gerou monstros, que só piorou a situação, os humanos tentando sobreviver a essa desordem propuseram uma trégua para se restabelecerem, isso foi há seis anos e os territórios foram divididos, mas as tensões nas cidades estão crescendo, ameaçando acabar com a trégua.

Em Veracidade, o norte é liderado pelo impiedoso Callum Harker, que escraviza vários monstros e vende proteção aos humanos, já o sul é comandado pelo bondoso Henry Flynn, que apenas quer evitar que o mundo passe pela guerra novamente e que seus filhos não sofram mais com tudo isso.

Em Melodia Feroz acompanhamos a jornada de dois jovens de lados opostos, mas que se unem para se salvarem e talvez o mundo também. Kate Harker quer ser como o seu pai, impiedoso e forte, já August Flynn pensa como o dele e quer manter a cidade unida, sem confrontos. A ironia é que Kate é uma humana que deseja ser tão temido quanto um monstro e August é um monstro que deseja ser humano.

Estou fascinada pelo mundo criado pela Victoria Schwab, com um enredo inovador e personagens únicos, fiquei animada com a leitura  desde as primeiras páginas. A forma como a história é apresentada foi tão envolvente, que me conectei a esse mundo novo rapidamente e me senti inserida nos acontecimentos que permeiam a trama.

O posso dizer que o melhor do livro foram os personagens! Esses foram bem construídos e desenvolvidos, com diversos dilemas existenciais e morais. August é um jovem que está aprendendo mais sobre a si mesmo, apesar de ser um monstro, sua bondade e altruísmo são tão intrínseco a ele, que fica difícil enxergá-lo como um ser cruel. Kate é uma mulher que está amadurecendo e fazendo escolhas difíceis, mas que mesmo assim nunca se fez de vítima e foi atrás dos seus objetivos. Gostei muito dos dois, cada a sua maneira foi ganhando espaço na história e nos conquistando para valer.

Para quem gosta de um amorzinho nas histórias, aviso que em Melodia Feroz não encontramos um romance, apesar dos protagonistas se envolverem muito, eu encarei a relação como uma grande amizade surgindo. Talvez nos livros seguintes, essa aproximação se torne algo mais intimo, mas até agora não percebi isso.

Espero que publiquem logo o segundo volume, porque não sei lidar com esse final! Recomendo muito, mas muito mesmo para quem gosta do gênero young adult fantasy.