Livro: Desejos Íntimos
Autoras: Maya Banks, Karin Tabke e Sylvia Day
Editora: Figurati
Ano: 2014
Número de páginas: 358

 

Sinopse: Em três histórias eróticas, as autoras Maya Banks, Karin Table e Sylvia Day, best-sellers do The New York Times, revelam os sentimentos mais quentes sobre homens de farda. Os personagens desta antologia sexy e ardente são homens da lei, mas quando estão de folga e entre quatro paredes, são experts em quebrar regras.

 

Fiquei mega super empolgada quando vi que a Editora Novo Século, através do selo Figurati anunciou essa publicação, porque sou fã da Maya Banks e na época do lançamento de Desejos Íntimos, só havia publicado por aqui, a Trilogia Breathless (resenhas aqui, aqui e aqui ), pela Leya. Então foi o que mais me atraiu nesse livro. Claro que além da Maya, temos Sylvia Day ♥ e Karin Tabke.

“Posse da Alma”, de Maya Banks, é um explosivo conto erótico. Rick e Truitt querem Jessie, uma garçonete. Eles são possessivos, mas decidem que podem dividi-la e os três acabam na cama.

Como não podia deixar de ser, Maya Banks, nos brinda com um trio pra lá de quente. Os meninos são uma delicia e a mocinha que não é boba nem nada, não perde a chance de viver uma grande noite. Além de todo o calor (alguém me abana), ainda temos como pano de fundo uma investigação sobre um serial killer.

“Procura-se”, de Karin Tabke, apresenta muito romance, ação e suspense. A dupla romântica Colin Daniels e Shophia Gilletti tem algumas tragédias e inseguranças com que lidar, mas eles aproveitam o melhor um do outro, por meio de uma atração avassaladora.

Gostei muito da forma de escrever da Karin, já quero os outros livros dela. A fórmula pra dar certo é antiga, mas funciona bem, mocinha em apuros e mocinho durão e TDB 😉

Colin é o policial durão encarregado de proteger Sophia, de seu ex-marido. E o por ironia do destino, eles já se conheciam, pois Colin foi o primeiro amor da Sophia há tempos atrás. Gostei da mocinha que sabia o que queria e foi atrás com tudo, pra viver sua paixão.

“Aguente a pressão”, de Sylvia Day, é repleto de medo, excitação e paixão. A química entre Layla e Brian é intensa, e as cenas de sexo são fora de série.

Sylvia Day dispensa apresentação né? Sou muito fã 🙂

O enredo dessa história é bem parecido com o da Karin. Mocinha precisando de proteção, para conseguir chegar viva e testemunhar contra um cartel. Os dois tem um passado em comum. Mas as semelhanças para por ai. Achei o livro meio corrido, não teve um desfecho legal. O casal passa a história a caminho do depoimento e no caminhar vai acertando a relação. Dos três, achei o mais fraquinho, mas a escrita da Sylvia, consegue prender e o casal pega fogo.