Ficha Técnica
Título original: A Million Worlds with You
Série: Firebird, #3
Páginas: 320
Acabamento: Brochura
Lançamento: 2017
ISBN: 9788595081758
Selo: HarperCollins Brasil

O destino do multiverso está nas mãos de Marguerite Caine. Ela está no âmago de uma disputa multidimensional desde que viajou pela primeira vez com o Firebird, a invenção revolucionária dos seus pais. Paul Markov sempre esteve ao lado de Marguerite em suas viagens dimensionais, mas o último golpe da perversa Triad deixou sequelas. Cabe a Marguerite enfrentar a Triad e evitar a destruição dos multiversos… sozinha. Bilhões de vidas estão em perigo. Os riscos nunca foram tão altos.
Nesta épica conclusão da trilogia Firebird, todas as certezas serão questionadas: destino, família, amor… e o multiverso será transformado para sempre.

Vou recapitular um pouco sobre os outros livros para que entendam melhor a história. Marguerite Caine é uma jovem que viaja entre várias dimensões paralelas, seus pais cientistas inventaram o Firebird, um dispositivo que permite essas viagens e o diferencial aqui é que cada dimensão tem as mesmas pessoas, mas em uma versão diferente, morando em outra casa, com gostos distintos, mas todas essas dimensões estão conectadas entre si. Então cada vez que Marguerita viaja, ela assume o seu “eu” daquele mundo, mas mantém a memória original.

No segundo volume da série, descobrimos que nossa heroína tem o destino de todos em suas mãos, inclusive dos outros mundos que já visitou, ela precisa impedi a Triad de aniquilar centenas de dimensões e com isso todos que vivem neles. Ainda vamos acompanhar como o trio, Marguerita, Paul e Theo, vão se desdobrar para mudar o terrível destino que os assombram, além de terem que lutar contra uma Marguerita maligna, que está disposta a tudo para ter seus objetivos alcançados. 

Não vou me alongar falando muito da história, pois sendo o último livro, tem muitas surpresas e respostas que esperávamos desde o primeiro volume e não quero estragar isso para quem for ler o livro.

Marguerita evoluiu muito como protagonista e não a vejo tão mimada e imediatista, claro que ainda tem uns pontos que poderiam melhorar, mas acho bom que a autora não mudou a essência do personagem. Ela ainda é a minha favorita em relação aos três protagonistas.

Desde o primeiro livro que tenho altas expectativas sobre o final de tudo e já adianto que foram atendidas. A autora Claudia Gray realmente tem uma escrita que nos faz ler vários capítulos sem sentir as horas e a história é viciante, uma fantasia com toques de ficção científicas que eu amo e quero reler no futuro.

Quero ressaltar as lindas edições que a editora HarperCollins publicou, capas lindas e bem coloridas, e diagramação perfeita, não tive problemas com nada e recomendo muito mesmo. Espero que possam conhecer essa trilogia fantástica e quero mais livros da autora.