Jorge e Haroldo são amigos inseparáveis, tanto no colégio quanto na casa na árvore que mantém juntos, onde se dedicam a escrever histórias em quadrinhos do Capitão Cueca, super-herói por eles inventado. Ambos adoram se divertir na base de pegadinhas, especialmente em relação aos professores e ao rabugento diretor Krupp. Quando são ameaçados de serem separados de turma, Jorge usa um anel hipnótico contra o diretor, que faz com que ele obedeça a todas as suas ordens. É quando a dupla tem a ideia de transformá-lo no próprio Capitão Cueca

As Aventuras do Capitão Cueca O Filme” é uma ótima opção de filme para levar os pequenos ao cinema, no Dia das Crianças. Historia divertida e cativante tanto para os adultos quanto para as crianças, o filme traz um humor ingênuo com piadas rápidas. Também brinca com os clichês dos filmes de superheróis. A história gira em torno do universo infantil e lúdico, onde somos guiados dentro do universo escolar pela ótica de Jorge e Haroldo.

O interessante dessa animação é que somos apresentados ao surgimento do Capitão Cueca e seu desenvolvimento enquanto superherói, fazendo com que fãs de história em quadrinhos se identifiquem com esse universo. “As Aventuras do Capitão Cueca O Filme” é adaptação cinematográfica das histórias em quadrinhos de mesmo nome criado para Dav Pilkey, que assim com seus personagens Jorge e Haroldo, devido as suas piadas na época escolar passa mais tempo na sala diretor do que em sala de aula.

Mas Capitão Cueca é mero coadjuvante em seu próprio filme, pois os verdadeiros “heróis” são Jorge e Haroldo. Valores com amizade, responsabilidade e companheirismo permeiam o filme. Mas o que mais se destaque no filme e o senso autonomia e o exercício a criatividade que as crianças precisam ter.

As Aventuras do Capitão CuecaO Filme é um filme pra toda família e em alguns lares pode se tornar um filme obrigatória para os horários vago dos pequenos.

Nota: 5/5

Tatiane Barroso:  Jornalista de formação Cinéfila por vocação. Gosto de gente, bicho e planta, não necessariamente nesse ordem. Alucinada pela cultura Japonesa. Acredita que não existam filmes ruins, mas sim dias ruins para assistir determinados filmes.